Lamborghini Aventador Roadster, uma ode ao sol

Casa de Sant’Agata Bolognese apresenta a versão conversível de seu superesportivo 

Edimarcio Augusto Monteiro

A Lamborghini lançou o Aventador Roadster, a versão conversível do superesportivo apresentado em 2011, que já teve mais de 1.300 unidades entregues aos clientes, segundo a montadora italiana. Ele tem a capota removível feita com duas placas de fibra de carbono, que combinam resistência e leveza. Elas pesam menos de 6 quilos e são facilmente instaladas ou removíveis, sendo guardadas em um comparti-mento na frente do carro.

O Aventador Roadster é impulsionado pelo motor V12 de 6.5 litros do cupê, que despeja 710 cavalos de potência, associado a um câmbio automatizado de sete velocidades. Com a capota, ele vai da inércia aos 100 km/h em 3 segundos, praticamente o mesmo tempo do cupê, que faz o sprint em 2,9 segundos. A velocidade final de ambos é de 350 km/h.

As diferenças estéticas são poucas. O capô do conversível se diferente pela coluna espinhal com duas janelas hexagonais que visam resfriar o motor e drenar a água de chuva. Além disso, permite admirar a beleza do propulsor de 12 cilindros. O pilar traseiro foi redesenhado para oferecer suporte para o teto removível e acomodar um sistema de proteção automática para os passageiros.

O motorista e o passagei-ro podem escolher como querem desfrutar a condução. Eles podem instalar um para-brisa traseiro, que tem a função de ser um defletor de ar, garantindo o silêncio quase completo no interior do modelo, mesmo em alta velocidade. A peça também pode ser removida e guardada no compartimento frontal. O Aventador Roadster tem duas portas no estilo tesou-ra, com as bordas chanfradas para garantir o perfeito ajuste com o uso da capota.

Beleza

O conversível tem o acabamento do corpo em dois tons. O pilar do para-brisa, o teto e as molduras do vidro do capô são pintados em preto brilhante, que se destacam das linhas elegantes da carroceria, formando um conjunto equilibrado. Entre as opções de cores do novo modelo está a Azzuro Thetis, um tom azulado que varia de acordo com o ângulo da luz e é uma referência ao Miura Roadster 1968, relata a casa de Sant’ Agata de Bolognese.

O interior do superesportivo é revestido em couro costurado artesanalmente. As rodas são de
alumínio forjado de 20 ou 21 polegadas, que reduzem o peso do veículo em 10 quilos, em comparação às rodas convencionais.

No aspecto tecnológico, o Aventador Roadster conta com sistema de desativação de cilindros quando o motor está trabalhando com capacidade parcial. Ele é equipado ainda com sistema Start&Stop, que desliga o motor quando está parado no semáforo. Para ligar, basta pisar no acelerador. A combinação reduz o consumo de combustível e diminui as emissões de gás carbônico (CO²).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *