Cadeirante se torna piloto profissional de motocross (vídeo)

Um acidente aos 15 anos fez ruir o sonho de Tome Darius Glover de ser piloto profissional de moto. Uma paixão que ele nutria desde criança. Glover ficou paralítico da cintura para baixo e recebeu o diagnóstico dos médicos de que nunca voltaria a andar, muito menos de moto. O adolescente tinha diante de si duas opções: chorar e brigar com o mundo ou ir à luta e não deixar que uma deficiência o vencesse. Com ajuda de alguns amigos de verdade e muita dedicação, Glover está volta às pistas agora, quatro anos depois do acidente. Ele disputará este ano o campeonato profissional de motocross nos Estados Unidos. Para o piloto, andar significa competir em uma das modalidades mais exigentes do esporte. Independente de um troféu, Glover já é um campeão. Clique aqui para ver outros vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *