i30 chega às lojas

Hatch incorpora visual moderno, novos equipamentos, motor flex – e está mais caro

Edimarcio Augusto Monteiro | Test Rider

A nova geração do Hyundai i30 chegou às concessionárias da marca em fevereiro com uma série de novidades. Entre elas estão novo visual, motor flex e mais equipamentos. As mudanças são notadas no primeiro contato, com o novo design mais atlético e esportivo.

O hatch médio também ficou maior, com um ganho de 5 milímetros na largura e distância entreeixos de 2.650mm, o que resulta em espaço maior e conforto para todos os cinco ocupantes, além de 11% a mais na capacidade do porta-malas, que passa a ser de 378 litros.

Equipamentos

O i30, que já havia sido mostrado ao público durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro, também traz mais equipamentos. Ele é oferecido em duas versões: câmbio manual ou automático. Tem como itens de série direção elétrica assistida, sistema que permite a escolha de três modos de condução (Steer), sistema multimídia com tela touch screen (sensível ao toque) de 7 polegadas – que reúne computador de bordo, GPS e outros comandos -, rádio CD e DVD player com Bluetooth, volante com comandos satélites e faróis de neblina.

Quanto à segurança, o i30 conta com freios com ABS e EBD (antitravamento e distribuição eletrônica de força), câmera de ré, sensor de estacionamento, airbags e outros itens. Além deles e da transmissão automática, a versão top de linha oferece teto solar, bancos e volante revestidos em couro, freio de estacionamento eletrônico, ar-condicionado eletrônico, banco do motorista com regulagem elétrica, faróis de xenon, sistemas ESP e TCS (controles eletrônicos de estabilidade e de controle de tração), além de outros equipamentos.

Preço e motor

O novo i30 agrada no geral, mas peca quanto ao preço. Caberá a Hyundai convencer os clientes a pagar a partir de R$ 75 mil pelo hatch, uma alta no preço de R$ 23 mil em relação ao modelo anterior. São 44,23% a mais. No caso da versão top, o valor sobre para R$ 85 mil. Isso oferecendo um motor flex, porém menos potente. O carro conta com um propulsor de 1.6 litro de 128 cavalos de potência a 6.000 rpm e 16,5 kgf.m de torque a 5 mil rotações quando abastecido com etanol. É o mesmo que equipa o Hyundai HB20 1.6 e o Kia Soul.

Com gasolina no tanque, o desempenho é de 122 cv a 6.000 rpm e 16,0 kgf.m de torque a 4.500 rotações. A versão anterior tinha apenas motor a gasolina, mas era um de 2.0 litros de 145 cv.

Hyundai I30 2013 008.1Clique aqui e veja
a geleria de fotos
do Hyundai i30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *