CR-V volta com motor flex

Honda CRV 2013 006

Honda iniciou as vendas do utilitário esportivo, agora equipado apenas com câmbio automático

Texto: Edimarcio Augusto Monteiro | Test Rider

O Honda CR-V ganha motor flex na linha 2013 e está mais caro. Ele será vendido apenas com câmbio automático em duas versões, LX 4×2 e EXL 4×4, com preço a partir de quase R$ 100 mil, contra os R$ 85 mil cobrados no ano passado. O utilitário esportivo é equipado com o mesmo motor do recém-lançado Civic 2.0. O propulsor de quatro cilindros, 16 válvulas, desenvolve 155 cavalos de potência a 6.300 rpm e 19,5 kgf.m de torque a 4.800 giros quando abastecido com etanol. No caso da gasolina, são 150 cavalos a 6.300 rotações e 19,3 kgf.m a 4.700 rpm.

O bloco é acoplado a um câmbio de cinco marchas e dispensa o tanquinho de gasolina para partidas nos dias mais frios. O sistema é acionado pelo controle da chave do utilitário esportivo. Ao destravar as portas, um conjunto de aquecedores entra em operação diretamente na linha de combustível para deixar a temperatura ideal para a combustão imediata, principalmente no caso do etanol.

Novidades

Os últimos CR-Vs com câmbio manual foram importados do México em agosto passado, com os veículos que estavam à venda nas concessionárias sendo remanescentes desse lote. Se bem que estava difícil encontrar um disponível nos últimos meses.

O SUV compacto volta agora com novidades. Para garantir uma maior autonomia com etanol, o tanque de combustível teve a capacidade aumentada para 71 litros, 13 litros a mais. A chave passou a ser tipo canivete. O sistema de som do modelo de entrada LV incorporou a tecnologia Bluetooh, que permite atender as ligações de celular sem tirar as mãos do volante.

Sem entrar em detalhes de número, a Honda espera vender um volume menor de CR-V este ano no mercado brasileiro em função do limite de cotas de importação de veículos do México, mas dá algumas pistas. No ano passado, foram comercializadas cerca de 15 mil unidades. A montadora admite que consegue atender apenas a metade da demanda por causa das cotas.

O SUV deverá ganhar uma versão intermediária no mercado brasileiro, a EX 4×2, mas isso ocorrerá apenas no final do ano, se for confirmada. Para contornar o limite de importação, a fabricante admite que avalia a produção do CR-V no Brasil, mas nada ainda foi decidido. A Honda tem uma fábrica em Sumaré (SP), onde são produzidos o Fit e o Civic. Atualmente, o City vem da Argentina.

Preços sugeridos
LX: R$ 98,9 mil
EXL: R$ 114,9 mil

Honda CRV 2013 005Clique aqui 
e veja a galeria
de fotos do
novo Honda CR-V

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *