Qual dos dois novos Corolla você prefere?

Toyota Corolla 2014 11ª geração EUA x europeu 0030

Toyota lança o novo Corolla, que tem design diferente nos EUA e Europa

Texto: Edimarcio Augusto Monteiro | Test Rider

O Toyota Corolla chega à 11ª geração com um visual totalmente renovado e com duas caras. A versão norte-americana, com um design mais esportivo, e a europeia, mais elegante. As diferenças entre os dois modelos são perceptíveis no primeiro contato. O sedã europeu tem uma frente com grade cromada, faróis redesenhados e lanternas traseiras mais compridas.

O modelo norte-americano aposenta de vez o visual de tiozão com uma boca preta para entrada de ar do radiador. A nova geração desembarcará no Brasil no próximo ano e a espera permite um exercício de comparação. A lógica indica que o carro a ser produzido na fábrica de Indaiatuba (SP) é o apresentado este mês em Santa Monica, na Califórnia (EUA).

Mais espaço
O Corolla 2014 sedã está maior. O ganho de espaço favorece com mais conforto, principalmente para os passageiros do banco de trás. O carro tem agora 4.650 mi-límetros de comprimento (um ga-nho de 99,8 mm), 1.776 de largu-ra, 1.455 de altura e distância en-treeixos de 2.700mm (+ 10 cm).

O novo design norte-americano chama atenção já pela nova frente, que da um ar esportivo, moderno e dinamismo. Com isso, amplia o seu leque para atrair consumidores mais jovens, sem abrir mão dos já conquistados ao manter a parte mecânica praticamente sem alterações.
A versão S apresentada ressalta ainda mais as mudanças estéticas, com um uma boca hexagonal com friso cromado, grandes entradas de ar na frente, para-choques com linhas agressivas e um pequeno aerofólio integrado à tampa do porta-malas, embora tenha um efeito mais estético do que aerodinâmico.

Motor
O Corolla norte-americano traz sob o capô um motor de 1.8 litro, quatro cilindros, 16 válvulas, que entrega 134 cavalos de potência a 6.000 rpm e 17,70 kgf.m de toque a 4.400 rotações. No Brasil, o novo Corolla deverá manter a mesma motorização, pois a Toyota anunciou que as duas versões disponíveis continuarão sendo produzidas na nova fábrica de motores que está sendo construída em Porto Feliz, no interior de São Paulo. Portanto, o modelo contará com um propulsor de 1.8 litro de 144 cv a 6.000 rpm e 18,6 kgf.m a 4.800 rotações para as versões XLi e GLi, associado a um câmbio manual de seis velocidades ou automático de quatro. Há ainda o 2.0 de 153 cv a 5.800 rpm e 20,7 kgf.m de torque a 4.800 giros que equipa os modelos XEi e Altis, que contam apenas com transmissão automático de quatro marchas.

Interior
O Corolla também ganhou um novo interior, que remete ao novo RAV4, recém-lançado no mercado brasileiro. O painel central é dominado por uma tela sensível ao toque (touch screen), que tem as funções de central multimídia, computador de bordo e mostra as imagens da câmera de ré. Na versão norte-americana, conta ainda com GPS, mas o sistema de navegação não faz parte dos aplicativos do RAV4 vendido no Brasil, nem mesmo como opcional.

O painel de instrumentos também foi redesenhado para facilitar a leitura. Há ainda o uso de materiais de acabamento de melhor qualidade para reforçar o Corolla na briga entre os sedãs médios, principalmente o novo Honda Civic, que lhe tirou a liderança de mercado no Brasil nos últimos meses.

Clique aqui e veja a galeria de fotos e vídeo do Corolla norte-americano

Clique aqui e veja a galeria de fotos do Corolla europeu

Clique aqui e veja a evolução do Corolla em seus 47 anos

 

2 Comments

  1. Guilherme Neres

    Versão europeia é uma copia descarada do Etios! Tá baum não!

    • Guilherme Neres

      O pior, é que essa que vem para o Brasil, Ô fuck!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *