Triumph Rocket III é para os malvados

Triumph Rocket III

Muscle bike Triumph Rocket III tem o motor com a maior cilindrada produzido em série no mundo

Texto: Johnny Inselsperger
Fotos: Osvaldo Furiatto Jr. e Cláudia Ramos

Imagine um dragster. Essa é a sensação ao acelerar a Rocket III Roadster, fabricada pela britânica Triumph. O modelo cruiser vem equipado com um motor de 2.300cc, o maior produzido em série. Apesar de estar enquadrada na categoria muscle bike, ela merece uma divisão especial de monster bike.

A Rocket III tem um torque máximo impressionante de 22,5 kgf.m a 2.750 rpm, suficiente para transmitir a sensação que o piloto será arrancado da moto ao esticar mais forte o cabo do acelerador, justificando o nome de batismo que em português significa foguete. A própria fabricante, em seu site, pergunta se o motociclista é “malvado” o suficiente para a Rocket III.
O motor de 3 cilindros com 2.294 cm³ tem refrigeração líquida e potência máxima de poderosos 148 cavalos a 5.750 rpm, mas a velocidade máxima está limitada eletronicamente em 220 km/h. Seu funcionamento é bem parecido com os motores de quatro cilindros. A moto é ideal para longas viagens.

As medidas assustam ao olhar a Rocket III parada. São 367 quilos ao longo dos 2,5 metros de comprimento e 90,7 cm de largura. A altura do assento ao solo é de 75 cm. Bastante confortável para piloto e garupa.

Mesmo com tanta potência e força, a Rocket III tem um funcionamento do motor e câmbio suave. Apesar de aparentar brutalidade, a moto roda muito bem em baixas e médias rotações. Com força de sobra em qualquer uma das cinco marchas, basta acelerar e segurar forte para sentir a velocidade aumentando muito rápido.

Apesar da aparência de moto baixa, a suspensão é eficiente. Na dianteira é invertida e os duplos amortecedores da traseira têm um bom curso e cinco ajustes, que transmitem muito conforto para os passageiros. Os freios ABS Nissin (antitravaento) têm respostas imediatas, eficientes e muito precisas.

A posição ereta para pilotar é bem confortável. Mas, na estrada, o peito aberto briga muito com o vento quando o piloto acelera mais forte. A moto tem tração por eixo cardã e ideal para relaxar e aproveitar a paisagem. Aliás, onde você para a moto tem alguém que vem fazer perguntas sobre o modelo.

Na cidade, as manobras são mais complicadas. O guidão largo esterça pouco por causa do grande radiador dificultando as manobras na hora de superar o trânsito congestionado. A embreagem não é muito leve, mas também exige poucas trocas. A suavidade na entrega de potência facilita muito na hora de controlar a velocidade para executar as manobras em situações de trânsito.

Visual
O visual da Triumph Rocket III é clássico. Os dois relógios cromados sobre o guidão estão em harmonia com os emblemáticos faróis duplos. O tanque com capacidade para 24 litros também impressiona pelo tamanho e autonomia entre 300 e 350 km. É interessante perceber que as laterais são completamente diferentes. A Triumph Rocket III está disponível na cor preta e preço sugerido pelo fabricante de R$ 69.900

Ponto forte
A moto tem muita estabilidade e mesmo em altas velocidades transmite muita segurança para piloto e garupa.

Ponto fraco
Apesar do funcionamento suave e sem vibrações, senti falta da sexta marcha overdrive.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *