X60 é a nova aposta da Lifan

Lifan X60 001

Montadora chinesa lança no mercado brasileiro seu primeiro SUV

Texto: Edimarcio Augusto Monteiro | Test Rider

A Lifan dá início a uma nova fase no mercado brasileiro, após o fim da parceria com a Effa, com a chegada do X60. Montado na fábrica de San Jose, no Uruguai, o SUV é a aposta da marca chinesa para atrair os consumidores, entrando em um segmento em que o número de ofertas disponíveis está em crescimento. O modelo é oferecido apenas em uma versão equipada com motor a gasolina de 1.8 litro, 16 válvulas, que entrega 128 cavalos de potência a 6.000 rpm e 17,1 kgf.m de torque a 4.200 giros, associado a um câmbio manual de cinco velocidades.

Com o preço sugerido de R$ 52.777, o utilitário esportivo tem como itens de série direção hidráulica, ar-condicionado, trio elétrico, airbag duplo e ABS (freios antitravamento), GPS, câmera de ré e bancos em couro. A garantia para o SUV é de três anos, sendo de cinco para motor e câmbio.

Acabamento
O X60 é feito no sistema CKD (Completely Knock-Down), vindo desmontado da China. A partir do Uruguai, o modelo é exportado para outros países da América do Sul, entre eles Brasil e Argentina. Atualmente, a Lifan tem 25 concessionárias em território brasileiro e espera dobrar o número até o final do ano.

O SUV tem um acabamento interno honesto. As peças são bem encaixadas e o material aparenta boa qualidade. Ele tem como principal concorrente o também chinês Chery Tiggo, que acaba de passar por uma reestilização. Com o atrativo do preço e equipamentos de série, pode tirar também alguns clientes – por que não? – do Renault Duster, Hyundai Tucson e Ford EcoSport.

Ampliação da linha
Ele é o terceiro modelo da marca disponível no mercado brasileiro. Compartilha o show room das concessionárias com o 320, uma cópia do MINI Cooper, e o sedã 620. A Lifan tem planos de ampliar o portfólio até o final deste ano, com a chegada da picape Foison e do sedã compacto 530.

A Lifan mantém suspenso o projeto de uma fábrica no Brasil. Segundo a direção da montadora, o país precisaria de um volume maior de vendas que justificasse o investimento, além de esperar uma posição mais clara do programa de regime automotivo, o Inovar-Auto. Por outro lado, segue investindo na fábrica do Uruguai, que receberá US$ 100 milhões até o final deste ano e mais US$ 100 milhões em 2014. De acordo com a Lifan, com esses investimentos, a planta
terá a capacidade para produzir 40 mil unidades/ano.

Lifan X60 009
Clique aqui e veja
a galeria de fotos
do Lifan X60

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *