Maioria dos motociclistas que se acidente não tem CNH, diz estudo

Uma pesquisa realizada na cidade de São Paulo revela dados estarrecedores. Segundo o estudo, 67% dos acidentes com motos que resultaram em lesões graves aconteceram com pessoas que não possuíam  Carteira de Habilitação e 21% dos pilotos haviam consumido álcool ou drogas antes de dirigir. Dessa parcela, 7,1% haviam bebido e 14,2% consumido drogas ilícitas (principalmente cocaína e maconha). A pesquisa foi coordenada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (SP), com a participação do Hospital de Clínica, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

A base do estudo são 326 vítimas registrada entre fevereiro e maio, das quais 92% eram homens com idade média de 29,7 anos e 62% com renda de até três salários mínimos. A maioria usou moto como transporte (73%) e apenas 25% para trabalhar. Segundo a pesquisa, sete das vítimas morreram no hospital e dez no local do acidente. Outros dados da pesquisa são:

  • 55% sofreram acidentes anteriores
  • 44% sofreram lesões consideradas graves
  • Quase todos os acidentes usavam capacete
  • 17,8% também vestiam botas e jaqueta

Motos no trânsito de São Paulo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *