Ford comemora 100 anos da 1º linha de montagem em série

A Ford comemora os 100 anos da linha de montagem em série de carros. Ela foi a primeira montadora a adotar o processo, implantado pelo fundador da montadora, Henry Ford. O sistema é adotado até hoje por todas as fabricantes e também é usado por outros setores industriais em busca de redução de custos, maior produtividade  e controle de qualidade.

Henry lançou o modelo para a produção do Modelo T, que no Brasil ficou conhecido como Ford Bigode. O carro tem 3 mil peças e a sua produção foi dividida em 84 etapas distintas, cada uma executada por um grupo de funcionários. Com o novo processo, o tempo de montagem do carro caiu de 12 horas para 90 minutos, o que permitiu que o preço do Modelo T fosse reduzido de US$ 850 para US$ 300, tornando-o acessível para um público muito maior.

A Ford produz carros hoje em 26 países e quer adotar mudanças até 2017 para aumentar a eficiência. A primeira medida é reduzir de 15 para 9 o número de plataformas usadas e quer que cada planta produza, em média, quatro modelos diferentes. A montadora que atingir a marca de 6 milhões de veículos produzidos por ano, uma média de 16 unidades por minuto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *