É descartada falha mecânica no acidente que matou Walker

A Polícia da Califórnia trabalha agora com excesso de velocidade como causa do acidente que causou a morte do ator Paul Walker, astro da série Velozes & Furiosos, no dia 30 de novembro, em Santa Clarita. As investigações descartaram a possibilidade de falha mecânica no Porsche Carrera GT em que estava Walker, quer era dirigido pelo piloto de corrida Roger Rodas, que também morreu. A polícia já havia descartada anteriormente a participação em racha. Segundo as avaliações preliminares, o carro estava o dobro acima da velocidade permitida para o local. O inquérito deverá ser concluído em um mês.  O carro, que se incendiou logo após a batida, está sendo analisado por engenheiros da Porsche.

Paul Walker despedida dos fãs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *