VW, BMW e Mercedes devolvem títulos após fraude

As três grandes montadoras alemãs – Volkswagen, BMW e Daimler, dona da Mercedes-Benz – vão devolver os prêmios que receberam do Automóvel Clube da Alemanha (Adac) nos últimos anos. O motivo é que uma auditoria externa revelou que houve manipulação no voto do público para a escolha do carro mais popular, o Yellow Angel. A Deloitte, responsável pelo trabalhou, constatou que houve alterações na contagem e ordem dos resultados. Na eleição do Yellow Angel 2014, por exemplo, o Golf foi eleito como o carro mais popular da Alemanha com 34.299 votos, mas a auditoria mostrou que o carro teve apenas 3.271 indicações, que seriam suficientes para lhe garantir o primeiro lugar. Porém, o segundo lugar deveria ficar o BMW Série 3, que não aparece nem entre os cinco mais populares.

O escândalo provocou a renúncia do presidente da Adac, Peter Meyer, e descredenciamento de milhares de associados da Adac, que tem 19 milhões de membros. A entidade tem 111 anos de existência e essa é apontada como a sua crise mais grave. August Markl, que assumiu provisoriamente a presidência, já anunciou que serão feitas mudanças profundas na entidade e no sistema de votação.

Logo Volkswagen, BMW e Mercedes-Benz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *