Galeria Honda CBR 500R mostra na pista o DNA esportivo

Modelo foi avaliado no autódromo Velo Città: ideal para entrada no mundo das motos esportivas

Texto: Johnny Inselsperger
Fotos: Osvaldo Furiatto Jr.

Com um conceito atraente e acessível, as concessionárias Honda de todo o Brasil começam a receber a CBR 500R, o modelo esportivo que integra a família que já tem o modelo naked e em breve também uma trail.

As primeiras impressões da Honda CB 500F ocorreram nesta sexta-feira (14), no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu e o modelo esportivo não decepcionou e confirmou o DNA esportivo da montadora japonesa.

Antes mesmo de ligar a motocicleta, a sensação de prazer começa com o belo visual. O design é inspirada na poderosa superesportiva CBR 1000RR. A carenagem confirma o caráter esportivo. As linhas fortes e um bom acabamento seduzem os olhos.

Motor

O ronco característico dos motores bicilíndricos é encorpado e convida o piloto para acelerações mais fortes. A moto quase não vibra e o funcionamento é suave graças a refrigeração líquida e os balancins roletados do motor, que tem 471cc e desenvolve 50,4 cavalos a 8.500 rpm que durante toda avaliação mostrou muita força nas baixas e médias rotações.

O câmbio com 6 marchas tem engates sem trancos e trocas justas e suaves, que permite elevar a adrenalina durante a pilotagem. Mesmo em terceira marcha a moto ganha velocidade rapidamente e não exige muitas trocas. Mas se for para uma pilotagem mais esportiva é só manter a CBR 500R acima dos 7.500 giros.

Mesmo utilizando a mesma estrutura básica da sua irmã, a naked CB 500F, os semi-guidão colocam o piloto em uma posição mais projetada sobre o tanque. Isso aumenta o peso na frente da moto e um comportamento melhor nas curvas que sua irmã naked, onde o piloto fica com o corpo mais ereto e a frente mais leve. Na dianteira a suspensão é telescópica a na traseira, o sistema monolink com três pontos de fixação aumenta a capacidade de ação do pneu com o solo.

A carenagem cobre parte do motor e além de melhorar a aerodinâmica na pista, também torna a pilotagem mais confortável ao cortar grande parte da turbulência e a briga entre o peito do piloto e o vento.

A CBR 500R é muito fácil para pilotar e a intenção da Honda é que seja uma opção para quem vai adquirir a primeira moto, motociclistas que já tem motos de 250cc ou 300cc e mesmo aqueles que tem motos usadas de alta cilindrada.

As extremidades leves e a concentração de massa tornam a condução da moto segura. Pesando 181 quilos ou 183 com ABS e com boa ciclística, as mudanças de direção são rápidas.

Mesmo com a moto passando dos 150 km/h no autódromo, o sistema de freio é eficiente. O disco com 320mm com dois calipers na dianteira e com 240mm na traseira com caliper único transmitem segurança mesmo em altas velocidades.

O bloco do motor faz parte do chassi de aço tipo Diamond, que também equipa suas irmãs naked e trail com rigidez na parte de cima e flexibilidade em baixo.

Outros dois pontos muito favoráveis e que devem pesar muito na decisão de muitos motociclistas são o atraente preço de R$ 23 mil na standart e R$ 24,5 com ABS e a economia de combustível. Na aferição da WMTC mode, a CBR 500R cravou 27km/l. Com essa média de consumo, o tanque com capacidade para 15,7 litros oferece uma autonomia na casa dos 400 quilômetros.

O painel é todo digital e tem velocímetro, conta-giros por gráfico de barras, relógio, hodômetro (total e parcial), medidores de consumo de combustível instantâneo e média, além de indicadores de diagnóstico do motor. A Honda CBR 500R está chegando nas concessionárias nas cores branca e vermelha.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *