Harley-Davidson ressuscita a Low Rider e lança a 1200 SuperLow (fotos e vídeos)

Harley-Davidson ressuscita a Dyna Low Rider após cinco anos e apresenta a inédita 1200 SuperLow

Edimarcio Augusto Monteiro
edimarcio@testrider.com.br

Harley-Davidson XL 1200 T Super Low 002 destaque

Harley-Davidson XL 1200 T Super Low

A Harley- Davidson ampliou sua linha com o lançamento de duas novas motos no mercado norte-americano, a 1200T SuperLow e ressuscitou a Dyna Low Rider, que está de volta após cinco anos.  A apresentação ocorreu na abertura do Daytona Bike Week. A XL1200 T faz parte da família Sportster, voltada para quem gosta de fazer viagens longas. Ela tem duas malas laterais, para-brisa – destacável, diga-se de passagem –  e assento em dois nível para oferecer mais conforto. O chassi é o mesmo da SuperLow 883, mas traz o motor V-Twin Evolution de 1.202 cm³, já usado pela XL 1200 Custom, que entrega 9,12 kgf.m de torque a 3.500 rpm. Ele é pintado em preto com detalhes cromados.

Segundo a HD, o novo modelo foi um pedido dos clientes, que buscavam um novo modelo para o segmento touring. A solução encontrada foi usar uma plataforma já conhecida pelos clientes, com alguns ajustes ergonômicos. O banco foi redesenhado, deixando o piloto numa posição mais para frente, além do que a ponta é mais estreita, o que facilita colocar os pé no chão e a torna mais fácil de ser pilotada por mulheres.

A suspensão dianteira é Showa, enquanto o traseiro é duplo com ajuste de pré-carga. As rodas de cinco raios são de alumínio fundido. O sistema de freio tem disco único de 300 milímetros na frente com dois pistões de 34 mm. Já atrás conta com disco de 260 mm e dois pistões de 38mm. O sistema ABS (antitravamento) é oferecido como opcional. O painel traz um velocímetro analógico dom tacômetro digital e controles de fácil alcance das mãos. O botão do lado esquerdo alterna a exibição do odoômetro total e parcial, indicador de marcha e de rotações. A 1200T SuperLow está disponível nas cores vivid black e candy Orange, com preço nos Estados Unidos a partir de US$ 11.799 (R$ 27,4 mil), além da brich white e midnight pearl, que sai por US$ 12.344 (R$ 28,7 mil.

A volta da Low Rider

Harley-Davidson Dyna Low Rider 002 destaque

Harley-Davidson Dyna Low Rider

A segunda novidade da HD é a volta da Dyna Low Rider, que havia saído de linha em 2009. Agora é traz o moto Twin Cam 103, que produz 13,66 kgf.m de torque a 3.500 giros, associado a um câmbio de seis marchas. O chassi foi redesenhado para proporcionar “ergonomia de encaixe perfeito”, segundo a fabricante. A primeira Low Rider surgiu em 1977, construída sobre o chassi Super Glider, se tornando a Harley-Davidson mais vendida logo em seu primeiro de vida. Ela deixou de ser produzida 32 anos depois, mesmo tendo uma legião de fãs, que agora podem matar a saudade.

A nova moto tem suspensão projetada para o conforto no uso do dia a dia e também na estrada. O assento é ajustável em duas posições, assim como o guidão, e os pedais podem ser realocadas 2 centímetros para frente para se encontrar a melhor posição para pilotar. O freio tem disco disco duplo na frente de 300 mm e pinça com quatro pistões. Atrás, é disco único de 292 mm e dois pistões. A nova Low Rider será vendida no mercado norte-americano a partir de US$ 14.199 (R$33 mil) no caso da cor vivid black/brilliant silver, ou R$ 14.929 (R$ 34,7 mil) para a amber whiskey/vivid black.

DYNA LOW RIDER

 

1200T SUPERLOW

 

1 Comment

  1. paulo cesar ferreira

    Esta moto vai para o brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *