JAC inicia vendas do J3 flex. Confira os preços

A chinesa JAC lança oficialmente o J3 Jetflex e o J3 Turin S Jetflex, seus primeiros carros bicombustíveis no mercado brasileiro. O hatch e o sedã são equipados com motor de 1.5 litro, 16 válvulas, que entrega 127 cavalos de potência e 15,7 kgf.m de torque quando abastecido com etanol, e 125 cv e 15,5 kgf.m com gasolina no tanque. Os carros fazem de 0 a 100 km/h em menos e 10 segundos e a velocidade final é em torno de 200 km/h. Apesar do lançamento, os modelos equipado com motor de 1.4 litro exclusivamente a gasolina continuarão a ser vendidos.

Esses são os primeiros carros flex da marca, mas a tecnologia será estendida para toda a linha. A linha J3 S dispensa dispensa o tanquinho de gasolina para a partida nos dias de temperatura mais baixa. O modelo tem algumas diferenças em relação ao a gasolina, como novas rodas de 15 polegadas, costuras do volante, bancos, coifa do câmbio e iluminação do painel de instrumentos em vermelho, além de novos pedais e soleiras. Entre os itens de série estão o ar-condicionado, rádio CD com MP3 e entrada USB, sensor de estacionamento traseiro, volante revestido em couro com regulagem de altura e comandos satélites do rádio, chave do tipo canivete com destravamento remoto das portas e alarme antifurto. Os preços sugeridos são:

  • J3 S Jetflex: R$ 39.990
  • J3 Turin S Jetflex: R$ 41.690

Mudanças de mãos

A chegada dos modelos bicombustíveis ocorre com a matriz chinesa assumindo o controle acionário da JAC no Brasil e o anúncio do atraso da inauguração da fábrica que será construída em Camaçari, na Bahia. A empresa passará de 20% para 66% a sua participação no investimento, estimado em R$ 900 milhões quando foi anunciado no final de 2011. Na época, 80% seriam investidos pelo grupo brasileiro SCH, do empresário Sérgio Habib, que continua com presidente da JAC no Brasil.

A fábrica estava prevista para entrar em operação no final deste ano, mas agora foi adiado para meados de 2015. De acordo com Habib, houve demora na liberação das licenças ambientais para a obra e dificuldades para obter o financiamento junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Ele disse que o alvará para a obra já foi liberado e a construção começará nos próximos 30 dias. Está mantido o projeto de desenvolvimento de dois novos carros nacionais, um hatchback e um sedã, que irão substituir o J3 e o J3 Turin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *