BMW lança no Brasil a S 1000 R, naked com muita pegada (fotos e vídeo)

É a versão sem carenagem da superesportiva S 1000 RR, mas com mudança que lhe dão identidade própria. É para quem gosta de acelerar muito

 

Edimarcio Augusto Monteiro
edimarcio@testrider.com.br

 

A BMW Motorrad lança de uma vez duas nakeds no mercado brasileiro, a S 1000 R e a R ninet T (clique aqui para ler a reportagem completa sobre ela, com galeria de fotos, vídeo e ficha técnica). A primeira é a versão naked (sem carenagem) da esportiva S 1000 RR (clique aqui para ler a avaliação feita pela Test Rider). O novo modelo parte de R$ 67.900.

BMW-S-1000-R-2014 002 destaque

O motor de 999cc, de quatro cilindros, entrega um pouco menos de potência do que da irmã carenada. São 162 cavalos contra 193, respectivamente, mas toda essa força é entregue antes, aos 11 mil rpm, contra 13.000 giros da outra.

Além disso, e o mais importante, os engenheiros da BMW Motorrad redesenharam os dutos dos cilindros e reprogramaram o sistema de gestão do motor, com isso a S 1000 R entrega mais 1 kgf.m de torque a mais do do que a RR até 7.500 rpm. Isso proporciona respostas mais rápidas do acelerador, o quer pode ser percebido principalmente em retomadas de velocidade, ultrapassagens e em uma pista sinuosa. O pico de 11,42 kgf.m ocorre com 9.250 rotações. O câmbio é de seis marchas, com embreagem multidisco em banho de óleo com função antideslizante.

Tecnologia

A sportbike tem como itens de série freios ABS (antitravamento) e ASC (controle eletrônico de BMW-S-1000-R-2014 004 destaqueestabilidade). O piloto pode escolher entre os modos de condução Road (Estrada) e Rain (Chuva), que ajustam esses sistema para pista seca ou molhada. Os modos alteram as curvas de torque e potência, proporcionando pilotagem mais arrojada e segurança de acordo com as condições da estrada. O DTC (controle dinâmico de tração), com os ajustes Dymanic e Pro Dynamic, é oferecido como opcional e ajuda a otimizar a tração até alcançar a aceleração máxima.

O quadro da R é de alumínio e o motor faz parte da estrutura de suporte de carga. A moto tem suspensão com grafo telescópico invertido na dianteira e braço duplo na traseira. A moto pesa 207 quilos com o tanque cheio. O freio dianteiro tem disco duplo de 320 milímetros com  pinça radial de quatro pistões, enquanto a traseira tem disco simples de 220 mm com pinça de um pistão.

O design inspirado na RR é algo óbio, com linhas que ressaltam agressividade e agilidade. De acordo com a fabricante, o novo modelo foi feito para proporcionar um uso diário com desempenho esportivo e agradável. O painel multifuncional é de é cristal líquido e o conta-giros é analógico.

BMW S 1000 R ficha técnica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *