Audi faz exposição dedicada ao DKW brasileiro

A Audi está fazendo uma exposição na Alemanha dedicada ao DKW brasileiro. Muito se fala sobre a montadora voltar a produzir no Brasil em 2015 depois da experiência de fabricar a primeira geração Audi faz exposição sobre o DKW brasileiro 003 destaquedo A3  entre 1999 e 2006 em São José dos Pinhais (PR), mas de uma certa forma ela viu potencial no mercado nacional muito antes disso. Em 1956, a Auto Union, a precursora da Audi, fez uma parceria com a Vemag, que começou a montar no Brasil uma camioneta derivada da família F91, o primeiro DKW lançado no mundo.

A exposição “Ordem e Progresso – DKW  Vemag e o novo amanhecer do Brasil” está sendo realizada no Audi Mobile Museum, em Ingolstadt, na Alemanha, onde fica a sede da empresa. Ela traz uma série de curiosidades sobre o carro nacional. Uma delas é que Pelé fez o teste para tirar habilitação aos 18 anos em um DKW, um ano depois de o Brasil conquistar a primeira Copa do Mundo, em 1958.

Outra é que Emerson Fittipaldi, bicampeão mundial de Fórmula 1 e campeão da Fórmula Indy, destruiu um DKW dos pais aos 12 anos de idade. Lembra ainda que o último DKW do mundo foi produzido pela Vemag, em 1967, em São Paulo.

Os carros

DKW GT Malzoni - Audi faz exposição sobre o DKW brasileiro 001 destaque

DKW GT Malzoni

A exposição inclui o DKW GT Malzoni, modelo feito apenas no Brasil e que teve apenas 35 unidades fabricadas. A única existente na Europa faz parte do evento. O esportivo foi projetado pelo empresário e entusiasta Genaro “Rino” Malzoni. Há ainda o Belcar, um dos últimos modelos produzidos, e o Fissore, modelo criado pela Vemag, que combinou a tecnologia alemã com design taliano.

A exposição traz ainda uma Wrander W 24 e carros produzidos após a Auto Union ser adquirida pela Volkswagen em 1967, entre elas o Puma GT que tinha chassi e mecânica DKW; o EA 97, protótipo que deu origem ao Volkswagen 1600, o “Zé do Caixão”; e o Volkswagen SP2.  Quem estive passando por Ingolstad poderá vistar a exposição até o dia 21 de setembro de 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *