O todo-poderoso Luca di Montezemolo deixa a Ferrari

O presidente da Ferrari, Luca Cordero di Montezemolo, anunciou que deixará o cargo após 23 anos. Ele será substituído pelo CEO da Fiat, dona da marca, Sergio Marchionne. Oficialmente, Montezemolo disse que a “Ferrari terá um papel importante a desempenhar no seio do Grupo FCA [formado pela Fiat e Chrysler] em Wall Street [a Bolsa de Valores de Nova York]. Isto irá abrir uma nova e diferente fase que me parece que deve ser liderada pelo CEO do Grupo”.

“Este é o fim de uma era e por isso tomei a decisão de deixar a minha posição como presidente, depois de quase 23 anos maravilhosos e inesquecíveis, além dos gastos ao lado de Enzo Ferrari em 1970”, acrescentou. Nos bastidores, porém, há rumores que Montezemolo e Marchionne discordavam sobre o futuro da divisão de carros de rua da Ferrari, bem como questões relacionadas com o desempenho recente da equipe na Fórmula 1.

A Ferrari representa apenas 10% do volume de negócios do Grupo FCA, mas tem uma participação de cerca de 25% nos lucros. Um porta-voz da Fiat disse que a saída do presidente, que será concretizada no dia 13 de outubro, não mudará o dia-a-dia da empresa.  Mas a Fiat deve acelerar o apoio da Ferrari nos projetos da Maserati, que incluem desenvolvimentos de projetos de engenharia, produção e motores.

Luca Di Montezemelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *