Único Skoda 966 Superesport existente é restaurado

A  Skoda restaurou o único 966 Superesport existente em todo o planeta, que a partir de agora será exposto em seu museu instalado em  Mladá Boleslav, na República Checa. Em 1950, a fabricante fez três unidades para disputar corridas, mas somente um restou. Ele havia sido visto pela última vez em 1962, quando pertencia ao piloto eslovaco Ivan Mičík. Em 2007, o veículo foi comprado pelo museu Skoda, que iniciou um extenso trabalho de restauração.

O carro tem carroceria de alumínio e fez sua estreia em corridas no Grande Prêmio da Tchecoslováquia em 24 de Setembro de 1950. Nas mãos de Miroslav Fousek, o carro ficou em segundo lugar na categoria de até 1100cc.Na temporada seguinte corrida começou com uma vitória na categoria de carro esportivo nas corridas em Liberec.

Skoda 966 Supersport 1950 009

Os 996 Supersports continuaram a aparecer em uma série de corridas nos anos seguintes, com Skoda constantemente melhorando-os, especialmente o motor. Os engenheiros começaram com um propulsor de 1.1 litro naturalmente aspirado com dois carburadores, mas depois veio com uma versão com dois turbocompressores.

A versão anterior tinha um capô mais alto com uma “protuberância” pronunciado escondendo os dois carburadores. Mais tarde Skoda aumentou o deslocamento do motor para 1.221cc, enquanto que na fase final de desenvolvimento foi instalado um protótipo de motor de 1.500 cc.

A versão com carburadores gerava até 91 cv, enquanto a versão turbo chegou aos 182 cv. Em 1953, Václav Bobek bateu um novo recorde de velocidade, atingindo de 197,8 km/h com a versão com dois turbos. Essa marca tornou o Skoda 966 Supersport o carro mais rápido na Tchecoslováquia da época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *