Um enorme motor Fiat volta à vida após 104 anos (vídeo)

Um enorme motor Fiat de 28.5 litros, de quatro cilindros, voltou à vida depois de 104 anos. E é um bloco especial. Ele equipou o Fiat S76, também chamado de “A Besta de Turim”, que em 1910 tornou-se o carro mais rápido do mundo na época ao atingir a velocidade de 187 km/h. Apenas duas unidades desse carro, com 304 cavalos, potência alucinante para a época, foram produzidas com o único objetivo de tornar-se o carro mais rápido do mundo. O único  S76 sobrevivente foi mostrado ao público em junho deste ano durante o festival de Velocidade da Inglaterra, quando o atual proprietário, Duncan Pittway, prometeu retornar ao evento em 2015 com o carro funcionando. Parece que ele está perto de cumprir a promessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *