BMW Série 1 muda e ganha motor de 3 cilindros antes de virar brasileiro

A BMW apresentou, nesta sexta-feira (16), o novo Série 1 2015, que passou por uma reestilização de meio de vida antes de começar a ser produzido no Brasil ainda este ano. O lançamento oficial será em março, no Salão de Genebra, na Suíça, com a chegada nas concessionárias europeias marcada para o primeiro semestre.  Ele passou por uma atualização para enfrentar os seus principais rivais, o Audi A3 e o Mercedes-Benz Classe A, que também se tornarão brasileiros. Além de atualizações estética, o Série 1 passa a ser equipado com uma nova geração de motores de três e quatro cilindros, além de oferecer mais equipamentos e conforto.

BMW Série 1 2015 071 destaque

As mudanças de design são inspiradas pelo Série 2, com os faróis mantendo o mesmo visual, porém mais alongados e ganham luzes diurnas de LED, o que dão uma aparência renovada. Como opcional, passa a ser oferecido faróis inteligentes, com o facho de luz mudando de direção de acordo com o traçado da pista, o que melhora a iluminação principalmente em curvas.

BMW Série 1 2015 086 destaqueDesign e acabamento

A grade dianteira mantém o tradicional de desenho de dois rins, mas está maior, com novas entradas de ar maiores, que formam um belo conjunto com o para-choque dianteiro redesenhado. Na traseira, as lanternas também foram atualizadas, o que amplia a identificação do hatchback como um membro família BMW.

O interior também traz novidades, embora o layout tenha sido mantido. As alteração são nos materiais de acabamento oferecidos, que passa a contar com detalhes em black piano no painel, moldura cromada para o ar-condicionado e novos botões de controle do rádio e do ar-condicionado. Os bancos também ganham novo revestimento, com a possibilidade de combinação de couro e tecido. No painel de instrumentos, o marcador de combustíveis foi o único item que passou por uma atualização.

Todas as versões comercializadas no mercado europeu passam a ter como itens de série o sistema de áudio BMW Professional e o botão iDrive. Na lista de opcional entra a tela do sistema multimídia de 8,8 polegadas sensível ao toque, que permite digitar números e letras. A original de fábrica é de 6,5 polegadas.

Novos equipamentos

BMW Série 1 2015 029 destaqueO Série 1 ganha ainda a função Driving Experience Control e sensor de chuva. Além disso, traz mais um pacote de acabamento, a Advantage, que se une ao Urban, Sport e M Sport que já eram oferecidos. A nova opção inclui volante multifunção, sistema de áudio com entrada USB, faróis de neblina, piloto automático, sensores de estacionamento, apoio de braço dianteiro e touch pad.

A Sport passa a ter como diferenciais mais opções de rodas de liga leve de 16 ou 18 polegadas, acabamento em preto brilhante para a grade dianteira e para-choque traseiro, bancos e volante esportivo com costura contrastante em vermelho e uma faixa em toda a extensão do painel na mesma cor da carroceria.

Novo banco

A Urban é a opção mais luxuosa, acrescentado grade exclusiva, rodas de liga leve de 16 ou 17”, BMW Série 1 2015 009 destaquebancos em couro e tecido, volante em couro, iluminação de ambiente e painel de instrumento exclusivo. O acabamento M Sport, como o próprio nome diz, é a mais esportiva, disponível como M135i. Esse modelo é 10 milímetros mais baixo e tem de série rodas de 17”, com as de 18” sendo oferecidas como opcionais. É equipado ainda com kit aerodinâmico, detalhes exclusivos no painel de instrumentos, bancos esportivo revestido em alcântara, iluminação ambiente e borboletas no volante para trocas seqüenciais das marcha.

O banco traseiro também é novo, com três divisões, podendo ser rebatido na proporção 40:20:40, o que é oferecido como opcional. Na frente, os bancos dianteiros podem ter aquecimento e regulagem elétrica e trazer ar-condicionado de duas zonas, retrovisor eletrocrômico,  volante aquecido e teto solar. A lista de opcionais conta ainda com sistema de som com 12 alto-falantes e amplificador digital de 360 watts de alta fidelidade da Harman Kardon e pneus runflat (aqueles que podem rodar por alguns quilômetros mesmo murchos).

Motor

Chegou a hora de falar dos novos motores. Na Europa, ele passa ser oferecido com dez opções, BMW Série 1 2015 099 destaquesendo cinco a gasolina e cinco a diesel, com a tecnologia TwinPower Turbo para reduzir as emissões e cumprir os padrões de emissões exigidos pelo Euro 6. Mas principal novidade é chegada de um novo propulsor a gasolina de 1.5 litro de três cilindros, o que mesmo usado pela nova geração do MINI Cooper. Ele equipa o BMW 116i, que faz de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos, com consumo de 21,7 km/l na estrada, segundo a fabricante.

A versão mais poderosa, a M135i, traz motor de 3.0 litros, de seis cilindros, que entrega 316 cavalos de potência e 45,89 kgf.m de torque, associado a câmbio automático de oito marchas.  Ele acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e atinge os 250 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente). Já o consumo médio é de 12,8 km/l.

BMW Série 1 2015 002 destaqueA BMW não divulgou as versões do Série 1 que serão produzidas no Brasil. Atualmente, ele é importado e oferecido com cinco opções: 116i, 118i GP, 118i Sport GP, 125i M Sport e M135i, todas com motor a gasolina. O X1, SUV derivado do hatch e que já passou a ser produzido na fábrica em Araquari (SC), tem propulsor de 2.0 litros flex, de quatro cilindros, que fornece 187 cavalos de potência e 27,53 kgf.m de torque entre 1.250 e 4.500 rpm, acoplado a câmbio automático de oito velocidades. O modelo também conta com o sistema Start&Stop, que desliga momentaneamente o motor quando está parado. Para ligar, basta tirar o pé do freio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *