Após 9 anos, Bugatti Veyron dá adeus

Depois de nove anos de vida, o Bugatti Veyron vai dizer adeus. O presidente da montadora, Wolfgang Dürheimer, revelou que vai comemorar o carro de número de 450 e o último da série durante o Salão de Genebra, na Suíça, em março. O exemplar será produzido e entregue ainda este ano. Recentemente, o executivo havia dito que restavam oito carros, mas parece que todos já encontraram um dono. O Veyron sai de produção como o carro original de fábrica mais rápido do mundo, com a versão Super Sport chegando aos 431,07 km/h. Apesar da despedida, Dürheimer faz segredo sobre o sucessor. “Muitos de nossos clientes são colecionadores de arte, e eles sabem que é preciso tempo para criar uma obra de arte”, argumentou. Mas o presidente voltou a dizer que será ainda mais potente e rápido do que o modelo que está saindo de linha.

Bugatti Veyron Grand Sport

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *