Aston Martin processa ex-diretor por criação do Thunderbolt

A Aston Martin anunciou que processou seu ex-diretor de design Henrik Fisker e a Galpin, sua concessionária em Los Angeles, por usar o Vanquish como base do Thunderbolt. O carro foi lançado este mês no  Concours d´Elegance de Amelia Island, na Flórida (EUA) e a montador diz que é uma cópia não autorizada. O cupê ganha pequenas mudanças no design, tendo como principais diferenciais a carroceria de fibra de carbono, grade frontal maior, com as maiores mudanças ocorrendo na traseira, com novas lanternas e aerofólio.

A Aston Martin entrou com ação contra Fisker e a Galpin na quinta-feira (26), no Tribunal de Los Angeles. Para ela, o ex-diretor demonstrou “má fé” ao criar um carro “tremendamente associado com a famosa marca Aston Martin”.  O Thunderbolt está disponível por encomenda através da Galpin. Fisker e a concessionária não se pronunciaram sobre a ação.

Fisker Thunderbolt 010

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *