McLaren revela o 570S, que chega para brigar com o Porsche 911

McLaren 570S Coupé 2016 022 destaque

A McLaren apresentou, nesta terça-feira (31), o 570S Coupe, seu mais novo esportivo que chega com uma missão muito bem definida: enfrentar o icônico Porsche 911 Turbo S. Ele inaugura a linha Sports Series e é o terceiro modelo da marca, juntando ao 670S e ao superesportivo híbrido P1. O nome vem dos 570 cavalos de potência a 7.400 rpm fornecidos pelo motor V8 biturbo, que desenvolve ainda 61,18 kgf.m de torque a 5.600 giros. A transmissão é automática SSG de sete velocidades de dupla embreagem, com opção de trocas através de borboletas no volante.

O consumo médio é de 10,9 km/h de gasolina, segundo a fabricante. O visual ele herda influências dos irmãos maiores, mas 30% dos componentes são novos, incluindo o sistema de suspensão. Além disso, o design interior foi concebido para o carro ser confortável no uso no dia a dia. O novo esportivo tem 4.530 milímetros de comprimento, 2.095 de largura e 1.202mm de altura. O peso final é de 1.313 quilos, com distribuição de peso 42/58 por causa do motor instalado atrás.

McLaren 570S Coupé 2016 016 destaque

0 650S leva 3,2 segundos para atingir os 100 km/h e 9,5s para chegar aos 200 km/h. A velocidade máxima é de 328 km/h. A carroceria é de fibra de carbono, com a McLaren dedicando atenção especial à aerodinâmica para obter melhor desempenho do carro, que tem tração traseira. Entre os elementos para obter esse resultado estão o desenho da traseira, projetada para aumentar o downforce, e as linhas das portas, criadas para aumentar o fluxo de ar para o motor.

McLaren 570S Coupé 2016 007 destaqueO esportivo tem rodas de 19 polegadas na frente, com pneus Pirelli P Zero Corsa 225/35, e de 20” atrás, calçadas com pneus 285/35. Os freios de carbono-cerâmica e faróis de LED são itens de série. A versão final de produção apresenta entradas de ar frontais maiores do que no protótipo do carro apresentado durante o desenvolvimento. A suspensão é formada por braços duplos e barras de torção, além de três modos de regulagem: Normal, Sport e Track.

No interior, os bancos esportivos são de couro, mesmo material usado para revestir o volante e o painel. Como opcional, é oferecido assento de corrida. O painel é limpo, tendo uma tela de 7 polegadas da central multimídia, com alguns botões na parte inferior. O console central é pequeno, feito apenas para abrigar 12 botões, entre eles o de seleção de marchas e do freio de estacionamento elétrico.  O painel de instrumentos é digital.

O 650S é oferecido com uma ampla gama de itens de personalização, entre eles revestimento em Alcantara, napa e acabamento em fibra de carbono. O sistema de áudio original tem quatro alto-falantes, mas o cliente pode optar por oito peças ou sistema Bowers & Wilkins premium surround com 12 alto-falantes e 1.280 watts. A estreia diante do público será no Salão de Nova York, que começa nesta quarta-feira (1º) para a imprensa. O preço não foi divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *