Aumento da inadimplência reflete diretamente na venda de veículos novos

O aumento na inadimplência está fazendo com que os consumidores tenham menos crédito, isto tem gerado um reflexo negativo na indústria automotiva.

Mercado de carrosSegundo pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – CNDL, mais da metade dos brasileiros entre 30 e 39 anos estão com algum tipo de inadimplência. Especialistas comentam que esta faixa etária é uma das mais endividadas pois nela já se encaixam os chefes de família. Esta parcela da população possui muitos gastos com financiamento de casa e carro, tudo isso atrelado à retração na economia, aumento da inflação e juros elevados são os motivos para as maiores dificuldades.

O aumento na inadimplência também está fazendo com que os consumidores tenham menos crédito, isto tem gerado um reflexo negativo na indústria automotiva , que por alguns anos teve o empurrão de incentivos fiscais e hoje sente a queda nas vendas.

Essa queda já representa mais de 20% e por este motivo as montadoras têm diminuído os turnos de trabalho, colocando alguns empregados em licença remunerada e também abrindo programas de demissão voluntária. Uma crise sem precedentes, pois até o primeiro semestre de 2014 o setor só crescia. Mas o mercado parou, com o corte nos incentivos fiscais, não são previstas melhoras no setor.

Na contramão desta crise a venda de carros seminovos aumentou quase 25% no último ano, o emplacamento de carros com até 3 anos só cresceu desde que a crise piorou. A cautelas dos consumidores e o endividamento são fatores determinantes para este comportamento do consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>